corpo envergando, quase rasgado.
Coitado!
esse peso que levas não é teu.
e nem meu.
de quem será ?
“- Do mundo.”

“Nessas horas sempre surge aquela tradicional perguntinha: Por que aquela pessoa pela qual você trocaria qualquer programa por um simples filme com pipoca abraçadinho no sofá da sala não despenca na sua vida?”

Luis Fernando Veríssimo.  
“O amor não tem inércia.”

Elisa Bartlett  
“Eu estou cansado, é isso. E eu não sei se consigo suportar, eu não sei! Todo dia eu busco um novo por que para levantar da cama, e adivinha só?! Com o tempo os por quês estão se diminuindo, e eu não estou tendo motivo para viver. Você deve achar que não se precisa de motivo para viver, mas sim, precisa-se de motivos para viver, não muitos, afinal acho que todos nós já tivemos apenas um motivo para viver. Isso não é só mais uma carta melodramática que eu escrevo, é muito mais. Isso é o nada, o nada que me assombra toda manhã que eu penso em abrir os olhos. Eu queria mais, bem mais que uma vida financeira boa, queria bem mais que três amigos, e acredite, eu queria bem mais que uma desilusão amorosa. Eu fui apenas mais uma onda nesse mar sem fim, eu fui um nada.”

— Charlie, citou.